KBB - Cotação de carros - logo
PUB
Página principalNotíciasDicas
Partilhar

Vai levar os animais de estimação consigo nas férias? Leia este artigo

Férias e animais de estimação são totalmente compatíveis. Mas há cuidados específicos a ter quando se transportam os bichinhos no automóvel. Saiba quais.


Um estudo recente aponta Portugal como o país europeu onde os donos de animais são mais zelosos; segundo esta pesquisa, 59% dos portugueses consideram os animais como parte da família. E como tal, obviamente, não prescindem do seu animal de estimação nas férias. Ainda assim, vemo-los frequentemente a viajar soltos nos interiores dos carros, muitas vezes com a cabeça fora da janela, bigodes ao vento… Um verdadeiro perigo! Não só para o animal, como para a segurança de todos os ocupantes do automóvel, além de constituir uma infração ao Código da Estrada que pode ser punida com coima que pode chegar aos 600€.

Como transportar animais de estimação em segurança no carro

Para tornar a viagem mais segura e confortável para todos, os animais devem ser transportados corretamente, de preferência no banco posterior, em caixas transportadoras ou com cintas de segurança próprias. Isto tratando-se de animais de pequeno porte. Já no caso dos animais maiorzinhos, a bagageira é sempre a melhor solução, retirando-se a chapeleira, mas nunca dispensando a referida caixa transportadora adaptada ao tamanho do animal ou o cinto.

Pondere também contratar um seguro para o seu animal de estimação, específico para a viagem. Algumas companhias têm disponível essa modalidade, que garante o pagamento das despesas de tratamento para o animal, em caso de acidente de viação.

Antes de se fazer à estrada, visite o veterinário, sobretudo se o seu animal de estimação enjoa nos automóveis. Nesse caso, solicite uma medicação específica para os enjoos e assegure-se que lhe dá apenas uma refeição ligeira, três horas antes de seguir viagem.

Já na estrada pare para que possam apanhar ar fresco e esticar… as patas! Nas viagens com o seu animal de estimação leve sempre muita água potável e uma tigela. E esteja atento à temperatura no interior do automóvel: os animais são incapazes de transpirar como os humanos e quando os sinais de exaustão do calor (sede excessiva, ofegantes, pulso rápido, febre, vómitos, olhos vidrados, tonturas) são evidentes, já é tarde demais e caso para nova visita, desta vez de urgência, ao veterinário...

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB