Fechar

Os meus Carros

Comparações guardadas

Sem comparações guardadas

Sem carros recentes

PUB
Página principalNotíciasDicas
Partilhar

Como saber se um carro tem os quilómetros adulterados

Nos automóveis usados, a baixa quilometragem vende e há quem faça tudo para os ‘rejuvenescer’. Siga as dicas para saber se um veículo tem os quilómetros certos.


Com o enorme desenvolvimento tecnológico dos automóveis poder-se-ia pensar que seria mais fácil impedir a manipulação do conta-quilómetros. Mas, o que acontece é precisamente o oposto. A adulteração dos conta-quilómetros digitais é ainda mais fácil do que a dos antigos analógicos.

Em muitos casos, basta ligar diretamente à centralina do motor um minicomputador com a aplicação certa… Por este motivo, é quase impossível detetar a manipulação. Esta é uma armadilha fácil, por isso tome atenção e não seja o próximo a tropeçar na rasteira.

Se é demasiado bom para ser verdade, normalmente não é.

Se alterar a quilometragem no painel de instrumentos de qualquer automóvel é tarefa fácil e ao alcance de qualquer vendedor mal-intencionado, pretendendo comprar carro usado, é altamente recomendável ter especial atenção às ofertas irresistíveis. É exatamente como diz o ditado popular, quando a esmola é grande…

Depois, em caso de dúvidas sobre a quilometragem real do automóvel, deve pedir-se a opinião de técnicos, mecânicos ou inclusive do fabricante. Só assim se pode afirmar com toda a certeza se o contador foi ou não adulterado. Contudo, na impossibilidade de poder contar com este tipo de ajuda mais especializada, resta-lhe estar atento à mecânica do veículo, já que todos os componentes do automóvel contam parte da sua história e poderão fornecer pistas importantes sobre a possibilidade de ‘mexidas’ no conta-quilómetros.

Desgaste interior

O desgaste de volante, pedais e estofos são um claro indicador da idade e utilização do veículo. Pode confiar que nenhum destes elementos apresenta sinais de desgaste exagerado nos primeiros 60.000 quilómetros de vida. E há ‘pistas’ que não pode descurar: um automóvel certamente já ultrapassou os 100.000 quilómetros se os pedais do acelerador, do travão ou da embraiagem apresentarem a borracha muito desgastada e com a parte metálica já à vista…

Estado exterior

No exterior, o estado das óticas, riscos e embaciamento do revestimento, a aparência da zona frontal do capot e do para-brisas, com arranhões e picadelas, tal como a pintura desgastada, denunciam idade avançada da viatura – não menos de 100.000 quilómetros.

Por outro lado, tenha atenção às peças novas ou em muito bom estado de conservação. Muitas vezes, os automóveis usados à venda podem ter peças novas colocadas com o único propósito de disfarçar a idade avançada. Deve questionar o vendedor se as encontrar.

Documentação

Para evitar ser enganado na compra de automóvel usado é importante ter muita atenção a diversos aspetos que podem ajudar a despistar eventuais falsificações do conta-quilómetros. Em primeiro lugar, comprove o livro de revisões: verifique se está devidamente carimbado, se as datas das revisões estão corretas e não foram rasuradas e se faltam páginas ou se foram eliminadas ou substituídas.

Evite carros sem esses históricos, já que essas informações podem não estar lá precisamente para esconder a marosca. Uma dica: havendo a possibilidade, compare o número de quilómetros rodados depois da última revisão com a quilometragem média registada entre revisões anteriores. Se nos intervalos anteriores, o automóvel andava muitos quilómetros e depois da última revisão não cumpriu nem perto dessa meta, desconfie.

Enquadramento legal

Nesta matéria, pode dizer-se que mais complicado do que detetar a fraude em si, só mesmo conseguir fazer a prova de crime ou venda fraudulenta. Isto porque, a ação de adulterar o conta-quilómetros por si não é prática ilegal, uma vez que o proprietário de um automóvel tem o direito de fazer com este o que bem entender. Para que o ato de ‘apagar’ quilómetros de um automóvel possa assumir contornos de ação criminosa é necessário reunir provas de que a redução dos quilómetros teve como finalidade o comércio e a real intenção de enganar.

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB