Fechar

Os meus Carros

Comparações guardadas

Sem comparações guardadas

Sem carros recentes

PUB
Página principalNotíciasTestes
Partilhar

Ensaio Citroën C3 Aircross: Irreverência urbana

Se o C3 já tinha rompido com o passado, o C3 Aircross abre caminho para um futuro que se mantém assente em dois pilares: funcionalidade e conforto.


Opinião Geral KBB

Enquanto uns tentam fazer igual, outros não se satisfazem com essa premissa. É o caso da Citroën que no seu currículo tem muitos momentos de pura irreverência. E este C3 Aircross, que partilha plataforma (e não só) com Peugeot 2008 e Opel Crossland X, é um caso sério disso. Logo a começar pelo seu design que dificilmente passará despercebido - e que, arriscamos, não será consensual: terá tantos a prestar-lhe homenagem quantos a torcer o nariz... Mas o desenho deste C3 Aircross não serve apenas as aparências. Também é, sobretudo, funcional. E, ainda que se assuma como um citadino (a sua base é o utilitário C3), chega com credenciais que lhe permitem arriscar aventuras, sendo possível equipá-lo com Grip Control, assistente de descidas inclinadas e pneus específicos Mud & Snow. E, se for o caso, é usá-los sem grandes medos, até porque a altura ao solo é suficiente para correr alguns riscos.

Ensaio Citroen C3 Aircross

Vai gostar deste carro se...

Gosta de marcar a diferença e prefere objetos de vida que se destaquem pela diferença em vez dos que se diluem entre outros? O design, tanto do exterior como dos interiores, é desafiador, imprimindo robustez. Nota positiva para a posição de condução elevada típica do género e para o espaço e conforto geral do habitáculo.

Pode não gostar deste carro se…

Se alguém for adepto de um certo minimalismo, não irá achar nenhuma graça aos volumes sobrepostos que desenham o tablier interior, por exemplo.

Novidades

Ensaio Citroen C3 Aircross

O carro é novo na gama Citroën, mas não traz nenhuma inovação real. O que não é necessariamente um contra. Assente na mesma plataforma do C3, que também é a raiz dos SUV de segmento B Peugeot 2008 e Crossland X (todos do grupo PSA), recorre a motorizações, tecnologias e gadgets já estreados (e testados) noutros modelos.

Condução

As formas que não se decidem muito bem se querem ser quadradas ou redondas, as suas medidas (4,15 m de comprimento, 1,76 m de largura e 1,64 m de altura) e todo o espírito que apela à robustez faz temer pelo comportamento sobretudo em curva. Mas o C3 Aircross é uma agradável supresa. Servido por qualquer motorização - todas com provas dadas noutros modelos -, é fácil de se gingar pela cidade e, sem que seja pau para toda a obra em traçados sinuosos, releva um comportamento satisfatório, num bom compromisso entre segurança e conforto. Se a ideia for dar-lhe uso urbano com algumas viagens mais longas pelo meio, o 1.2 PureTech de 110 cv é a escolha mais acertada, revelando um dinamismo interessante e uma desenvoltura capaz de manobras rápidas, tirando partido de um binário máximo de 205 Nm logo disponível às 1.500 rpm. Se associado à caixa automática de seis relações, a suave EAT (Efficient Automatic Transmission), desenvolvida em conjunto com a Aisin, o grupo propulsor assume-se divertido e nada cansativo, ainda que agrave consumos e emissões.

Características favoritas

Arrumação

Quando foi apresentado, a Citroën assumiu o objetivo de o C3 Aircross ser uma referência de habitabilidade e de arrumação no segmento em que se insere. Com vários lugares de arrumo, chega com uma mala capaz de albergar 410 litros mas que pode crescer até aos 520 mantendo os cinco lugares. Isso é possível pelo facto de ter adotado assentos traseiros deslizantes (e reclináveis) a partir do nível de equipamento Feel. Com os bancos rebatidos, há 1.289 litros para ocupar. O banco do navegador rebate, admitindo o transporte de objetos até 2,40 m.

Ensaio Citroen C3 Aircross espaço mala

Citröen Advanced Comfort

O conforto sempre foi um dos pontos fortes da Citroën (inclusive quando penalizava o dinamismo...). Por isso, é natural que se foque naquilo em que é verdadeiramente boa, com a criação de um programa avançado que integra o C3 Aircross. O habitáculo é acolhedor e funcional, mas sobretudo tranquilo, tirando partido de um eficiente tratamento acústico e de ligações que absorvem as asperidades da estrada. Já os bancos, tipo sofá, fazem com que mesmo uma viagem longa se suporte sem grandes constrangimentos.

Interior

Ensaio Citroen C3 Aircross interior

Se os bancos ultraconfortáveis e o inteligente aproveitamento do espaço não chega, há a registar a excelente luminosidade, fruto do amplo uso de superfícies envidraçadas e aumentado quando servido pelo teto panorâmico. No capítulo dos materiais, não há excelência, mas mesmo os plásticos dão a sensação de estarem bem montados, o que potencia a sua durabilidade e também a ausência dos sempre temidos ruídos parasitas. Esteticamente terá sempre duas fações bem distintas. No nosso caso, porém, dividimo-nos entre as duas. Se o ambiente agrada no geral, os volumes sobrepostos do tablier dão uma ideia mais de peso do que de robustez. Desnecessários...

Exterior

Ensaio Citroen C3 Aircross azul

Já viu o carro em fotografia e não gostou? Não arrume já o modelo entre os que não entrariam na sua "short list". A verdade é que ainda não encontrámos uma imagem a duas dimensões que lhe faça justiça. E isso nem é muito difícil de entender. Afinal, é um carro que tira partido de efeitos tridimensionais. A sua veia de SUV é exposta nas proteções à frente e atrás, nas rodas de grandes dimensões e nos alargados guarda-lamas. Entre os detalhes que o distinguem estão as barras de tejadilho flutuantes e coloridas ou os óculos laterais traseiros com efeito persiana. De referir que, tal como o C3 que lhe serve de base, o Aircross chega com um elevado nível de personalização: são 90 combinações possíveis para o exterior e cinco para o interior.

Equipamento de série

Ensaio Citroen C3 Aircross espaço interior

No caso da unidade ensaiada, com nível de topo Shine, o equipamento de série é vasto e, além de acumular as propostas dos níveis mais básicos, inclui acesso e arranque mãos livres, climatização automática, vidros elétricos à frente e atrás, ajuda ao estacionamento traseiro, recorrendo a câmara de visão traseira com alcance de 180º, sistema de navegação com kit mãos livres Bluetooth, entrada USB, ecrã tátil de 7"com função Mirror Screen e seis altifalantes. O nível de equipamento de entrada, Live, inclui alerta de transposição involuntária de faixa, limitador e regulador de velocidade, vidros elétricos à frente, sistema audio MP3 com Bluetooth e 4 altifalantes, entrada USB, streaming audio e comandos no volante. A partir do nível Feel há banco traseiro deslizante, faróis de nevoeiro com iluminação estática de intersecção, ecrã tátil de 7"com 6 altifalantes, elementos de proteção dos para-choques em alumínio escovado e barras de tejadilho a preto brilhante.

Por baixo do capot

O carro é proposto com dois blocos bem conhecidos do universo PSA: a gasolina, o 1.2 PureTech, nas declinações de 82 (5,1 l/100 km; 116 g/km), 110 (5,0 l/100 km; 115 g/km) e 130 cv (5,3 l/100 km; 119 g/km); a gasóleo, o 1.6 BlueHDi, de 100 (4,0 l/100 km; 104 g/km) e 120 cv (4,1 l/100 km; 107 g/km). O bloco a gasolina PureTech de 110 pode ser equipado com uma transmissão automática EAT6 (5,6 l/100 km; 126 g/km).

Ensaio Citroen C3 Aircross branco

Preços

O Citroën C3 Aircross está disponível desde 15.449€ (Preço Justo KBB), para o modelo a gasolina de 82 cv, despido de qualquer equipamento extra. Já o ensaiado o 1.2 PureTech de 110 cv, servido por caixa automática e com equipamento de topo Shine, apresenta um Preço Justo KBB de 21.799€. O preço dos diesel arranca nos 19.512€.

Partilhar

Artigos Recentes

PUB
PUB

Descubra já o preço do seu carro novo ou usado

  • Citadino

  • Utilitário

  • Sedan

  • Carrinha

  • Monovolume

  • SUV/TT

  • Desportivo/Coupé

  • Cabrio

  • Luxo

  • Híbrido/Eléctrico

PUB